12
jul-2015

DESABAFO: O Triste Fim de Uma Amizade

DESABAFO   /  

fim de uma amizadeÉ engraçado como alguém pode siguinificar TUDO para você em um tempo e absolutamente NADA em outro.

Atenção: Este post É UM DASABAFO E NÃO FAZ MUITO SENTIDO. Se não quer ler mimimi online, sugiro NÃO PROSSEGUIR. Se você crê que este texto é uma indireta à você, parabéns, provavelmente acertou. Caso queira continuar lendo, que seja por sua conta e risco. E tenho dito.

Amizade é algo que se conquista. Mais do que isso. Amizade é algo que se cultiva ao longo dos anos. Assim como um jardim cheio de pétalas, espinhos e ervas daninhas. E é necessário constantemente regar este jardim. Se não…

Se tem algo que eu acho interessante nesta vida são os ex-amigos e ex-amigas. Porque ex marido, ex namorado e ex amante é algo bem fácil de entender. Um relacionamento amoroso tem N variáveis que podem fazer com que tudo se desmorone. Para falar a verdade, tem TANTA coisa para dar errado, que é de se surpreender com tantas relações duradoras por aí. Já a amizade, quando verdadeira, tende a ter um laço mais forte e sincero. Uma conexão que faz com que chamemos aquele que até ontem não conhecíamos de irmão. Algo tão forte que me surpreende quando se termina, afinal, pode-se ter ex TUDO, mas ex família não, né? Mas, mesmo contra todas as probabilidades, até mesmo uma amizade pode chegar ao fim.

E a nossa chegou. Talvez eu tenha sido o responsável. Talvez você. Talvez aquele outro – ou AQUELES outros. Talvez todos nós. Talvez ninguém. 

A vida é feita de um punhado de escolhas. E cada uma destas escolhas nos levam a caminhos diferentes. Nos transformamos. Evoluímos. Mudamos. Saímos de um emprego para o outro. Passamos de jovens universitários a jovens adultos. Saímos de nossas cidades. Voltamos. As vezes não. Mas o fato é que, com todas essas mudanças, fica quase impossível manter todos o tempo todo ao nosso redor. Mesmo aqueles que amamos. Amamos, mas hoje não vemos nada que nos faça ficar ao seu redor, manter o contato. Cultivar uma amizade que não mais faz sentido. Será que algum dia fez? Será que algum dia foi real?

Alguns acreditam que quando uma amizade acaba, ela nunca foi verdadeira. Eu discordo. A nossa, pelo menos, foi muitíssimo verdadeira. Mas acabou. Eu não conseguiria aqui descrever a quantidade absurda de coisas que você me ensinou. Creio que eu também tenha te passado algumas boas (e más) lições.

Eu rio de canto de boca com todos os momentos que passamos juntos. Todos os micos, aventuras, viagens, discussões, diversões, bebedeiras, DRs, desabafos, abraços, trabalhos, venenos e coisas que aqui não posso relatar. Mas também deixo escorrer uma lágrima com as escolhas que fiz (e faria de novo), as que você fez (e faz de novo). Deixo escorrer uma lágrima que tenha que ter sido assim. Que tenha acabado assim.

Mesmo que em alguns momentos eu pense que você escolheu o outro. Mesmo que em alguns momentos eu pense que eu escolhi o nada defronte do outro. Mesmo com tudo isso em mente, sei que o que nos afasta é apenas a vida.

Não que eu tenha apenas coisas boas de ti em meu coração. Mas, a quem importa? A você parece não importar. Mas, ainda chegará a hora em que o perdão virá, a mágoa irá e, mesmo que nossa amizade jamais possa ser refeita, ficará apenas as boas lembranças, os ótimos aprendizados e o melhor de ti. O agora e o seu poder.

Beijos, a você. Um brinde a vida. A amizade. E aos velhos novos amigos.

Porque, as vezes, a amizade acaba. Mas o amor… O amor continua. Para sempre.

Imagem1: stevescottsite.com. Reprodução.
Imagem2: MrWallpaper. Reprodução.

1

 Curtidas / 0 comentários
Compartilhe este post:

Arquivos

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec